xxxLanguages
Login

  

Medida escolar e educativa reconhecida oficialmente

As Constelações Hellinger sciencia® de Bert e Sophie Hellinger são transmitidos pela Hellinger®schule e através dos seus docentes na formação para “Consteladores Hellinger sciencia®” mundialmente. Todos os cursos no mundo inteiro de Bert e Sophie Hellinger e da Hellinger®schule são acreditados dentro da formação.

Login do usuário

Digite aqui seu nome de utilizador e senha para entrar no site:

Forgot your password?

De onde? Para onde? Para que?

Sabemos quem nós somos? Temos consciência de nós mesmos?  Nossa cabeça gira com muitas imagens sobre nossa vida com a ajuda dos quais nós queremos compreender de onde vem a vida? Para que vivemos, o que dá sentido a nossa vida e o que nos espera quando ela termina? Temos consciênca disso ou estamos tateando, passo por passo, no escuro?
Nós recebemos respostas sobre isso na Nova Constelação Familiar e assim através dos nossos cursos. Ali o compreendemos de forma clara e o compreendemos juntos.

Por quê? A Nova Constelação Familiar se diferencia de forma fundamental daquilo que muitos ouviram a respeito dela, e daquilo que eles até então conheciam e experenciaram.

O Novo

O que e o novo aqui? O novo quer dizer, que na Nova Constelação Familiar somos levados juntos por forças que vão para muito além da nossa vontade pessoal e suas respectivas intenções.  Elas nos levam para além daquilo que vivenciamos como problemas ou doenças e infortúnio, os quais vivemos pessoalmente ou nas relações e  na nossa consciência e o que nós procuravamos resolver e superar do nosso jeito com nossa consciência disponível até agora.
Esta consciênica atua além do nosso Eu.  Assim, nesta Constelação Familiar, nós temos que deixar o nosso Eu e aquilo que tentavamos conseguir, para trás. Isto vale para o cliente, que procura por ajuda, e para o constelador. Ambos se rendem a um movimento que os atinge desde um outro lugar e de forma irrestistível.  Ao mesmo tempo este movimento atinge para além do constelador e o cliente todos aqueles que estão no grupo no qual acontece a constelação, da mesma forma.
Aqui se monstra: esta outra consciência é uma consciência universal que compreende a todos os participantes, e de uma forma útil leva cada um para além dos seus respetivos limites que haviam até então na sua consciência.

A Nova Constelação Familiar em detalhes

Agora você com certeza está esperando pela resposta de como esta outra constelação acontece em detalhes. A Nova Constelação Familiar leva o que já se monstrou no início da Constelação Familiar para adiante.  Isto é, assim que alguém é escolhido para representar o cliente ou um membro da familia de origem ou atual, ele (ela) de repente se move e se sente como se fosse levado(a) pela pessoa que ele (ela) representa sem saber de nada dela.  No entanto o constelador às vezes intervinha no início. Isso começava com a pergunta ao cliente sobre o seu assunto e depois tentando encontrar uma solução para este, como era de costume na psicoterapia. Por isso o cliente decidia se certa forma tanto sobre a origem do assunto do qual se tratava, como também sobre a direção que a constelação deveria tomar. Ao mesmo tempo ele estabelecia o que o constelador deveria observar se este oferecia uma constelação para tal problema. Assim o constelador se movia dentro dos limites da psicoterapia.  Era ele que seguia o cliente e deixava para este a liderança até certo ponto. Tudo isso já é conhecido e compreendido pela maioria.
É diferente no caso da Nova Constelação Familiar.  Nós também perguntamos o cliente às vezes sobre o seu assunto, porém sem seguí-lo em detalhes. Isso serve mais ao grupo para que ele entenda que nós deixamos o cliente falar para que ele possa senir que o seu assunto seja incluido.

O novo procedimento

O que então é o novo procedimento na Nova Constelação Familiar em detalhes? 
Dois tipos de procedimento se oferecem, com os quais o constelador se conecta com esta outra conscência de uma maneira especial.
O primeiro tipo podemos observar e vivenciar com Bert Hellinger.  O segundo tipo com Sophie Hellinger.
Bert Hellinger pede, por exemplo, ao cliente de se sentar ao seu lado.  Ele se conecta, muitas vezes sem olhar para o cliente. Ele entra no presente deste, em sintonia com uma outra consciência, da qual ele recebe depois de algum período uma palavra ou frase curta.  Esta palavra ou frase curta é dita por ele ao cliente e ele pede a este de repetir internamente esta palavra ou frase.  De repente este é levado por um movimento interno, por exemplo, quando ele começa a soluçar. Depois de um tempo, Hellinger o pergunta como ele está e se ele ainda espera algo dele.  Muitas vezes o cliente diz que recebeu o que o ajudará para frente.  Bert Hellinger libera o cliente sem que este disse, sobre que se tratava o seu assunto no início e sem que seu assunto tivesse que ser tratado através de uma constelação.  Tudo ocorreu em sintonia com uma outra consciência.
Assim vem à tona que esta frase se tornou significante além do cliente para todos os participantes no grupo, respectivamente, de uma maneira própria, assim que através dela eles também sentiam uma indicação e ao mesmo tempo coragem e força para dar espaço para esta frase em suas vidas. 
Se monstra assim que estas frases vêm de uma sintonia com uma consciência que abrange a todos da mesma forma, assim que eles experimentam serem tocados diretamente por ela e levados de forma curativa.
Sophie Hellinger é conduzida e levada de outra forma por esta consciência. Assim que um cliente se senta ao seu lado, ela sente no próprio corpo o que se passa no corpo do cliente.  Por exemplo, de que doença ele sofre, mas também o que ainda espera por uma solução dentro da sua família de origem e nas relações atuais.  Além disso ela consegue ler o que acontece nos seus pensamentos e quais sentimentos o aflingem. Por isso ela pode falar diretamente o que ele precisa resolver sem que uma constelação seja necessária.

As Constelações

Enquanto isso você deve estar se perguntando: Onde é que ficam as constelações? Elas ainda servem?
Elas servem, porque servem tanto para o cliente quanto para os participantes do grupo que se inscreveram e se prepararam para um curso com a expectativa de haver constelações.  As constelações principalmente tornam visível quais emaranhamentos com outras pessoas de nossa família levaram às dificuldades ou dissonâncias nas nossas relações. Neste modo as constelações continuam como um caminho certo para reconhecer de quem ou de que temos que nos separar e quais despedidas se fazem necessárias, para que possamos encontrar nosso Ser inicial e o Novo que nos espera.  Entretanto essas constelações acontecem de forma diferente do que muitos esperam. Porque nelas agem forças creadoras, que tomam a direção de uma maneira que nos supreende.
Como é que as forças creadoras aparecem? Como que elas tomam a direção de uma maneira que nós somos levados para áreas que até então eram fechadas para nós? Por exemplo, o constelador escolhe uma representante para a doença de um cliente sem que ele tivesse se informado de que doença se trata. Nem ele nem a representante sabem de que se trata. Ambos deixam se mover por outras forças sábias, sem próprias intenções e sem o próprio conhecimento. Dos movimentos da representante resultam os próximos passos, por exemplo, se outros representantes precisam entrar.  Via de regra se monstra que uma doença representa uma pessoa que foi empurrado para o pano de fundo, ou rejeitado no coração do cliente ou de sua família.  A cura acontece quando os excluidos ou esquecidos encontram o caminho para o nosso coração e para a nossa família.
Mas a Nova Constelação Familiar é mais que um método. Para transmitir isso de forma abrangente ou compreendê-lo na sua profundidade e assim efetuar algo fundamentalmente curativo, precisamos da sintonia com aquilo que está atrás de tudo que é.  A sintonia através de uma consciência que atua desde um outro lugar, quando nos deixamos ser levados por ela.

Homem e Mulher juntos

Algo a mais deve se considerar. Sophie e Bert têm insights que estão amplamente ligados com o fato dela estar aberta como mulher e Bert como homem. Seus insights lhe são transmitidos como homem, e os dela, porque ela estava aberta como mulher para eles. Por isso eles se complementam como homem e mulher. Bert permanece com seus insights e suas aplicações um homem em todos os sentidos. Assim muito permanece misterioso para ele, para onde Sophie é levada como mulher, e vice-versa. Eles trabalham juntos como homem e mulher, ambos dependendo do outro e estando ao lado do outro, sem desejar ou ambicionar, o que é essencialmente do homem ou da mulher, algo para si mesmo. Isso então é mais um aspeto que experienciamos na Nova Constelação Familiar. Assim como cada um, como homem ou mulher, permanece imperfeito, assim nós também permanecemos, se nós fazemos a experiência unicamente como homem ou mulher levados por esta consciência que abrange a tudo. A vida necessita de ambos. A nossa consciência necessita de ambos. O nosso sucesso necessita de ambos – e assim também a constelação familiar.